quinta-feira, 26 de fevereiro de 2015

TRAC 25 - 2015


25th Theoretical Roman Archaeology Conference

Quando: 27-29 Março
Onde:  Leicester


O 2015 marca o vigésimo quinto aniversário da primeira Theoretical Roman Archaeological Conference (TRAC). O TRAC 25 será terá lugar na Escola de Arqueologia e História Antiga da Universidade de Leicester entre os 27 a 29 Março de 2015.


Os distintos paneis do TRAC 2015 ocupam-se dos vários aspeto da atual teoria e pratica de campo da arqueologia romana especialmente em aquelas temáticas que estão a ser fruto de controvérsia, e discussão nos últimos anos em esta matéria.


Como de costume, o TRAC irá incluir uma sessão de pôster, mas este ano haverá também ronda de apresentações rapidas.


 Programa



+INFO no site do:  TRAC

quarta-feira, 25 de fevereiro de 2015

Emérita na Antiguidade Tardia -Congresso


Augusta Emerita y la Antigüedad Tardía

Quando: 13-14 Março
Onde:  Merida


O Seminário Internacional Augusta Emérita e a Antiguidade Tardia pretende ser um foro de reflexão e debate científico que vincule a todos os pesquisadores e especialistas que trabalharam e trabalham em torno dos séculos da Antiguidade Tardia na cidade de Mérida e na Lusitânia.


Novas propostas e hipóteses de trabalho sobre conhecidas problemáticas em torno de um período de máximo interesse para a cidade: a capitalidade de Emerita sobre as Hispânias como sede da


Diócesis Hispaniarum depois da reforma de Diocleciano; a consolidação do cristianismo e a mártir Santa Eulalia como vertebradora da nova fé; as transformações urbanísticas da cidade e o surgimiento dos edifícios religiosos como novos centros de culto


 Programa



+INFO no bloge do Congresso:  AEMA

terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Ouro na Europa Céltica - Congresso


Iron Age gold in Celtic Europe  Society, technology and archaeometry

Quando: 11-14 Março
Onde:  Toulouse


O ouro da Idade do Ferro tem notável potencial de informação, pouco utilizado até agora. Constitui o metal precioso por excelencia. material de estudo privilegiado, tanto pela sua boa preservação e por apressentar vários aspectos relacionados, como às questões econômicas, sociais, simbólicas e tecnológicas que contribuem a aumentar o nosso conhecimento sobre os principais fenômenos culturais em que se inscreve o seu usso.


Este congresso tem como objetivo apresentar os resultados do projeto franco-alemão ANR / DFG Ouro do Hallstatt Ocidental (West Hallstatt Gold) co-dirigido por B. Armbruster (CNRS-TRACES) e E. Pernicka (Universidade de Heidelberg).


A originalidade deste projeto interdisciplinar é abordar, pela primeira vez, todos os objetos de ouro da primeira Idade do Ferro: desde a produção ao seu usso, da sua excavação e posta ao dia das ultimas pesquisas


Também tem como objetivo comparar estes resultados com os do resto dos colegas e especialistas europeus e propor assim um estado da investigação internacional sobre o ouro da Idade do Ferro na Europa Ocidental.


Nesta perspectiva, privilegiam-se as síntese ou comunicações baseada em abordagens inovadoras desenvolvidas pela área das ciencias humanas (arqueologia, antropologia social, arqueologia experimental, etno-arqueologia, história da tecnologia, a historiografia ...) assim como da ciência de materiais (arqueometria)


 Programa



+INFO no site de:   TRACES

quinta-feira, 12 de fevereiro de 2015

Astigi Vetus - Livro


ASTIGI VETUS

Rodríguez González, E., Astigi Vetus. Arqueología y urbanismo de la Écija turdetana (ss.VI-I a.C). La Ergastula. Madrid, 2015  234pp. ISBN: 978-84-16242-05-4


Desde o Archeoethnologica agrada-nos muito poder anunciar que já saiu do prelo o livro Astigi Vetus. Arqueología y urbanismo de la Écija turdetanada do qual é autora a nossa colega e antiga companheira de excavações em Ampurias Esther Rodríguez González, baseado na que fora o seu trabalho de fim de master sobre o habitat proto-histórico desta cidade turdetana


Sumario
O estudo e análise correspondente aos níveis turdetanos registados nos diferentes assentamentos do Vale do Guadalquivir, permaneceu em um segundo plano ante a importância que a presença romana possui nestes territórios.


Esta situação detecta-se no caso astigitano onde, os estudos a respeito dos restos que pertenceram à Colonia Augusta Assina Astigi, prevaleceram sobre os vestígios proto-históricos e inclusive medievais

Com a intenção de encher esse vazio concebe-se a obra dentro da qual se recolhem os resultados de um total de 21 intervenções arqueológicas realizadas no nucleo urbano de Écija, através das quais, pode-se delimitar a extensão da sua ocupação protohistórica e a localização de algumas das suas áreas funcionais; recheando desse modo um pequeno oco na arqueologia proto-histórica das Campinas andaluzas.


 INDEX



+INFO sobre o livro:  Astigi Vetus

Anejos de Nailos Nº 2 - 2015


ANEJOS DE NAILOS 2 
  
Francisco Jordá Cerdá (1914-2004). Maestro de Prehistoriadores



David Álvarez-Alonso, D. & Fernández de Córdoba Pérez, J.A., Francisco Jordá Cerdá (1914-2004). Maestro de Prehistoriadores. Oviedo, Museo Arqueológico de Asturias 12 y 13 de septiembre, 31 de octubre y 1 de noviembre de 2014. Anejos de Nailos Nº2, 2015.  305 pp



INDEX



Ir ao número de:  Anejos de Nailos

segunda-feira, 9 de fevereiro de 2015

Têxtiles na Idade do Bronze e no Ferro

Textiles   (âge du Bronze et premier âge du Fer)

Quando: 6 Março
Onde:  Saint-Germain-en-Laye


O dia temático da Associação para a Promoção da Investigação sobre a Idade do Bronze (APRAB) será dedicado este ano ao tema dos têxtiles na Idade do Bronze e a primeria Idade do Ferro. As jornadas decorreram a sexta-feira 6 março, no Museu Nacional de Antiguidades de Saint-Germain-en-Laye


A Participação é livre e gratuita, no entanto, tendo em conta as novas medidas de segurança postas em prática por prevenção do terrorismo os participantes serão registrados na porta antes de entrar no museu e deberam deixar a sua bulsa (de ha levar)


 Programa



sábado, 31 de janeiro de 2015

Reis na Irlanda e India - Livro

INSTITUTIONS FOR KINGS

Fomin, M., Instructions for Kings. Secular and Clerical Images of Kingship in Early Ireland and Ancient India. Universitatsverlag Winter. 2014  580pp. ISBN: 978-3-8253-6247-8


Sinopse
As antigas fontes irlandesas e indias guardam representações análogas do governante e da governação ideal, basadas não só no cosmos, a ordem social e a justiça, tópicos universalmente relacionados com a realeza, mas também com temas morais. Com base na extensa evidência textual, essas visões do poder regio são tomadas como constructos; mais idealizados que históricos


As fontes, recém-editado e traduzidas, incluem textos sapienciais hiberno-latinos e em vernáculos irlandeses, bem como sutras budistas canônicas em pali, que são discutidos à luz da teoria política indiana. A maneira pela qual os compiladores desses textos usados estruturas ideológicas herdadas de tradições anteriores é examinado.


A forma como a semântica, sintaxe e materiais das compilações foram ajustadas é examinada, junto coa dimensão ética, simbolizadas na dicotomia do "certo" e o "justo", sendo visto como uma fronteira entre as antigos e as novas visões de poder


 INDEX



+INFO sobre o livro:  Institutions for Kings

NAILOS Nº 2 - 2015


NAILOS 2, 2015
Estudios Interdisciplinares en Arqueología



 INDEX



Ir ao número da revista:  Nailos

sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Identidades no Mediterrâneo Antigo


DIALOGO DE IDENTIDADES

Tortosa, T., Diálogo de identidades: bajo el prisma de las manifestaciones religiosas en el ámbito mediterráneo (s. III a.C. - s. I d.C.). Anejos de AEspA LXXII. CSIC, Madrid. 2014 309pp. ISBN: 978-84-00-09855-1


Sinopse
Esta obra tem como objetivo os diálogo dos diferentes modelos ibericos do sudeste e a alta Andaluzia no período comprendido entre os s. III a.C e I. dC Os autores mergulham-se no ambiente social desses modelos, ou seja, nos elementos que aportam sentido coletivo a essas comunidades e estão vinculadas ligadas a conceitos como auto-representação, auto-consciência de pertencer a um grupo determinado ou a memória coletiva.


 INDEX



+INFO sobre o livro:  Dialogo de Identidades

segunda-feira, 19 de janeiro de 2015

Oxford Journal of Archaeology Vol. 34/1


Oxford Journal of Archaeology
Vol. 34/1, 2015


Articles

Revisiting Old Friends: The Production, Distribution and Use of Peterborough Ware in Britain  pp. 1–31
Vincent Ard &Timothy Darvill

An Absolute Chronological Framework for the Central-Eastern European Eneolithic  pp. 33–43
Maciej Mateusz Wencel

Telling Stories: The Mycenaean Origins of the Philistines  pp. 45–65
Guy D. Middleton

Iron Age Saunas of Northern Portugal: State of the Art and Research Perspectives  pp.67–95
Marco V. García Quintela & Manuel Santos-Estévez

Exponential Decline in the Dispersal of Stone Artefacts in Roman Britain: Further Expressions of Trade  pp. 97–108
J.R.L. Allen



Ir ao número da revista:  OJOA 34/1

segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Trabajos de Prehistoria 71/2 2014

Trabajos de Prehistoria 71/2 2014


Artículos

El espejismo nacional-socialista. La relación entre dos catedráticos de Prehistoria, Oswald Menghin y Julio Martínez Santa-Olalla (1935-1952)  pp. 199-220
Alfredo Mederos Martín

La secuencia musteriense de la Cueva del Niño (Aýna, Albacete) y el poblamiento neandertal en el sureste de la Península Ibérica   pp. 221-241
Alejandro García Moreno, Joseba Rios Garaizar, Ana Belén Marín Arroyo, José Eugenio Ortíz, Trinidad de Torres, Inés López-Dóriga

Nuevas interpretaciones del Paleolítico Superior Final de la Cataluña meridional: el yacimiento de L’ Hort de la Boquera (Priorat, Tarragona)   pp.  242-260
Pilar Garcia-Argüelles Andreu, Jordi Nadal Lorenzo, Josep M.ª Fullola Pericot, M.ª Mercè Bergadà Zapata, Inés Domingo Sanz, Ethel Allué Martí, Lluís Lloveras Roca

La alta montaña durante la Prehistoria: 10 años de investigación en el Pirineo catalán occidental  pp. 261-281
Ermengol Gassiot Ballbè, David Rodríguez Antón, Albert Pèlachs Mañosa, Ramon Pérez Obiol, Ramón Julià Brugués, Marie-Claude Bal-Serin, Niccolò Mazzucco

La tumba hipogea de Bolores (Torres Vedras): una aproximación interdisciplinar a la comprensión del paisaje social del Neolítico Final/Edad del Cobre de la Península Ibérica   pp. 282-304
Katina T. Lillios, Joe Alan Artz, Anna J. Waterman, Jennifer Mack, Jonathan T. Thomas, Leonel Trindade, Isabel Luna

Sitios en altura y vasijas rotas: reconsiderando la etapa de ‘plenitud’ de Cogotas I (1450-1150 cal AC) en la Meseta   pp. 305-329
Antonio Blanco González


Noticiario

Instrumentos para siega y procesado de plantas desde el Calcolítico al Bronce antiguo de Chibanes (Palmela, Portugal)  pp. 330-342
Ignacio Clemente-Conte, Niccolò Mazzucco, Joaquina Soares

Datación del recinto murado calcolítico de Las Mesas (La Fuente, España)  pp. 343-352
Carlos P. Odriozola, Christopher I. Burbidge, M. Isabel Dias, M. Isabel Dias, Víctor Hurtado, Víctor Hurtado

El poblado calcolítico “Venta del Rapa” (finales III milenio Cal. BC.), Mancha Real, Jaén. Un recinto de fosos entre las estribaciones de Sierra Mágina y el Alto Guadalquivir   pp. 353-367
Miguel Ángel Lechuga Chica, Marcos Soto Civantos, M.ª Oliva Rodríguez-Ariza

Moldes para puñales en la Península Ibérica durante la Edad del Bronce. El caso de Camp Cinzano (Vilafranca del Penedès, Alt Penedès, Barcelona)   pp. 368-385
Ignacio Soriano, Jordi Amorós i Gurrera

Recensiones y Crónica científica
pp. 386-395

Libros recibidos
p. 396


Ir ao numero de:   TP 71/2

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Plinio e o Ius Latii na Citerior - Livro



Espinosa Espinosa, D., Plinio y los ‘oppida de antiguo Lacio’: el proceso de difusión del Latium en Hispania Citerior. BAR, Arqueopress, Oxford 2014  ISBN: 9781407313320


Sinopse
Este volume é o resultado de cinco anos de pesquisa sobre a política de latinização jurídica desenvolvido por Roma no Ocidente, focada na integração -sob a protecção da latinidade- de um conjunto de comunidades hispanas promovidas -na era republicana- para o status e -durante o Império- para o municipal.



 Esta pesquisa têm como objetivo demostras a plausibilidade, da existência durante a época de Augusto cinquenta "oppida" de ius latii vetus,  e das distintas evidências literárias, arqueológicas,  epigráficas e  numismáticas espalhadas na documentação preservada,  que Roma


tinha introduzido na Hispania uma política de colonização latina semelhante à estabelecida na Itália e na Gália Cisalpina, diversa nos seus aspectos constitucionais, mas semelhante nas suas metas e resultados finais.


O autor postula que este fato poderia explicar um conjunto de fenômenos históricos e desenvolvimentos relacionados com a existência de comunidades privilegiadas no eido hispânico, isto é, o envolvimento das províncias ibéricas no exército romano e os seus conflitos políticos,


a força de recrutamento militar, a intensidade do fluxo de migração itálico, a integração sócio-econômico das comunidades hispanas nas rotas comerciais do Mediterrâneo Ocidental, bem como a divulgação generalizada das instituições e formas culturais da koiné Roman-itálica


INDEX



+INFO sobre o livro:  Plinio y los Oppida de Antiguo Lacio

Ossos Mágicos e Cermiteríos - Palestra

Ossos Mágicos: Cemiteríos da Idade do Ferro na Guiné Equatorial

Quando: 18 dezembro
Onde: Pontevedra


Dentro do Ciclo de conferências vinculado a exposição Diversa. Arqueologia desde o Incipit além Europa, na quinta-feira 18 de dezembro decorrera uma palestra a cargo de Alfredo González Ruibal, cientista do CSIC que tera por título: Ossos mágicos: cemitérios da Idade de Ferro na Guiné Equatorial.



Nela apresentará os resultados das escavacións realizadas pelo Incipit entre 2009 e 2012 no cemitério prehistórico mais grande e mais importante conhecido até a data na África centro-ocidental. Ademais, explicará cómo estes resultados ajudam a compreender melhor a história das sociedades da zona, tanto na Prehistoria coma na actualidade.

A conferência tera lugar no salão de actos do Sexto Edifício do Museu de Pontevedra às 20:00, a entrada é livre até completar aforo.


+INFO na site do: Museu de Pontevedra

domingo, 14 de dezembro de 2014

HAU - Journal of Ethnographic Theory 4/2


HAU - Journal of Ethnografic Theory  
    
 Vol. 4/2, 2014


Translating worlds: The epistemological space of translation


INDEX



Ir ao numero da revista:  HAU 4/2