domingo, 11 de outubro de 2020

Saunas Castrejas - Estructura e Significado

Saunas Castrejas

Estructura e Significado dos Monumentos com Forno

16 Outubro
Lugo


O Museu Provincial de Lugo convoca as III Jornadas de Divulgação do Patrimonio Lucense, desta vez dedicadas às Saunas castrejas.

As chamadas saunas castreja ou monumentos com forno, cuja cronologia se estende à segunda Idade do Ferro e ao início da dominação romana, são construções conhecidas do NW peninsular. Destacam-se, em primeiro lugar, pela sua caracterização arquitectónica monumental assente em espaços rectangulares de alvenaria de pedra organizados em várias salas (átrio, sala de vapor e forno) e divididos pelas por vezes muito decoradas as chamadas “pedras formosas”. Em segundo lugar, pela sua funcionalidade, ainda discutida, mas provavelmente ligada a ritos ou cultos aquáticos, como santuários ou espaços rituais / culturais.

Este tipo de construções está espalhado por todo o NW peninsular, estando presente nas Astúrias nos castros de Coaña, Taramundi, Chao Samartín e Pelou; na Galiza nos sítios de Borneiro (Cabana de Bergantiños), Espasante (Ortigueira) e Sarridal (Cedeira), na província de A Coruña, bem como no castro de Armeá (Águas Santas, Allariz) em Ourense e, finalmente, no norte de Portugal, com exemplos nas Citanias de Briteiros (Guimarães) e Sanfins (Paços de Ferreira), no castro de As Eiras (Vila Nova de Famalicão) ou em Tongobriga (Marco de Canaveses)

Na província de Lugo, passou-se nos últimos anos a ter exemplos visíveis destes monumentos e aumentámos o seu registo. Existe um em Castelón ou castro de Castañoso (A Fonsagrada), escavado em 2015 e 2017 por Luís Francisco López. O segundo surgiu em 1974, na rua Faro em San Cibrao (Cervo), que foi escavado em 2019 devido a uma intervenção de emergência no centro da cidade, por Emilio Ramil González, mas, infelizmente, não está acessível e agora aguarda confirmação a existência de outro em Barreiros, na costa de Lugo


Programa: 

9:45 h - Apresentação oficial

10:15 h - Saunas Castrexas da costa norte de Galicia: Cervo, Ortigueira e Cedeira

Emilio Ramil, arqueólogo

11:00 h - A intervención arqueolóxica no Castro de Castañoso: o sistema construtivo da Sauna

Luis Francisco López, arqueólogo. Miguel Ángel López Marcos, arqueólogo, restaurador.

11:45 h - Pausa

12:15 h - As saunas rituais da Idade do Ferro nos castros cantábricos: estrutura e simbolismo.

  Ángel Villa Valdés, arqueólogo, Museo Arqueolóxico de Asturias

13:00 h - O papel do patrimonio arqueolóxico no desenvolvemento local e na sustentabilidade territorial: estratexias de difusión e comunicación II.

Mesa redonda moderada por Aurelia Balseiro e composta pelos anteriores relatores junto con outros convidados relacionados coa gestión patrimonial: Felipe Arias Vilas.

14:00 h Debate coloquio

15:00 h Clausura xornada

  

Descarregar - Programa


+INFO em: Museu de Lugo

Sem comentários:

Publicar um comentário